#PDPExplica: Fergie

Oi mores! Como vocês sabem, em setembro tem Rock in Rio! O maior festival de música do país dura dois finais de semana, de 15 a 17 e de 21 a 24, num total de seis dias de diversos estilos musicais. A convite do Spotify, estamos de malas prontas para o Rio de Janeiro para conferir de perto tudo o que vai rolar nos palcos do dia 16/09, onde a principal* mulher do line up (do palco mundo) é ela mesma, Fergie!

Fergie reactions yas fergie yass GIF

*Disclaimer: Achamos importante apontar o pouquíssimo número de mulheres nos palcos principais. De 6 dias de festival, só temos mulheres em 3 dias (todas no primeiro final de semana) e além disso, apenas uma figura como headliner: Lady Gaga, no dia 15 (sexta-feira). No último final de semana, simplesmente não há mulheres no palco principal – apenas cantores ou bandas comandadas por homens. Fica aqui nossa esperança que o próximo RiR seja mais democrático e abra espaço para as mulheres como destaque principal.

Dito isso, é claro que fizemos mais um Textão do Bem™ exclusivo da Fergie, para você conhecer tudo sobre a cantora!

VAMOS LÁ:

A californiana Stacy Ann Ferguson nasceu no dia 27 de março de 1975 e já aos oito anos iniciava sua carreira artística, dublando a personagem Sally em especiais da série Charlie Brown. Aos 16 anos, Stacy se juntou a duas amigas para formar o trio pop Wild Orchid, que lançou dois álbuns: o homônimo Wild Orchid, em 1997, e Oxygen, em 1998. No ano seguinte, as três garotas passaram por mais de 50 cidades norte-americanas, abrindo os shows da “Do You Believe? Tour”, da Cher ao lado da Cyndi Lauper!

Resultado de imagem para fergie wild orchid

As três integrantes do Wild Orchid

Quando o trio estava para lançar seu terceiro álbum, a gravadora se recusou a lança-lo, deixando Stacy muito abalada, em uma crise emocional que envolveu enfrentou uma séria dependência química de metanfetamina além de ainda lutar por sua carreira artística.

Stacy se recuperou do período conturbado de sua vida e em 2003 conheceu o rapper Will.i.am, que gravava o terceiro álbum de sua banda Black Eyes Peas e, impressionado com o talento de Stacy, a convidou para uma audição para substituir a cantora Kim Hill, que deixara o grupo em 2000. Agora já com o nome artístico Fergie, a primeira música que cantou junto do BEP foi “Shut Up”, um sucesso instantâneo. A boa repercussão do single garantiu mais cinco canções de Fergie com a banda e logo antes de Elephunk ser lançado, a cantora assumia a posição de integrante permanente do Black Eyed Peas.

Assim, de 2003 até 2006, a carreira de Fergie ao lado dos Peas foi marcada por sucessos como Where is the Love, Hey Mama, do álbum Elephunk; Don’t Phunk With My Heart, My Humps e Don’t Lie, do álbum Monkey Business.

Em 2006, Fergie decide lançar um álbum solo mas sem abandonar o Black Eyed Peas. Intitulado The Dutchess (o que rendeu o apelido de Duquesa do Pop à cantora) e com a produção executiva de Will.i.am, o álbum alcançou logo de cara cinco hits com todos no Top 5 da Billboard. Big Girls Don’t Cry, Glamorous London Bridge alcançaram o topo do ranking, Fergalicious ficou em segundo e Clumsy em quinto. Fergie conta que esse primeiro álbum solo é uma espécie de autobiografia, com desabafos sobre sua relação com as drogas, a carreira e relacionamentos.

Um ano depois da explosão de The Dutchess, Big Girls Don’t Cry foi eleita pela Billboard a canção mais ouvida do ano e Fergie foi convidada pelos Príncipes William e Harry para cantar em um show em homenagem à Princesa Diana.

Em 2009, Fergie volta a gravar com o Black Eyed Peas, para o álbum The E.N.D, com mais uma leva de hits incluindo I Gotta Feeling, Boom Boom Pow e Meet Me Halfway. No ano seguinte a banda lança The Beggining, sem o mesmo impacto dos anteriores. Ainda assim, a banda é escolhida para se apresentar no intervalo do Super Bowl de 2011, quando apresentou os maiores sucessos da carreira. Um dos momentos de destaque foi a apresentação de Fergie com Slash, quando cantaram “Sweet Child O’ Mine”, sucesso dos Guns n’ Roses. A parceria entre os dois começou quando Fergie foi convidada a gravar duas músicas do primeiro álbum solo do guitarrista: “Paradise City” e “Beautiful Dangerous”.

Um pouco mais afastada dos holofotes, Fergie se casa com o ator Josh Duhamel e em 2013 muda oficialmente seu nome para Fergie Duhamel. No mesmo ano dá luz ao seu primeiro filho, Axl Jack Duhamel.

No ano passado, os fãs finalmente receberam a notícia que tanto esperavam: o anúncio de Double Dutchess, o segundo álbum solo da cantora e continuação de The Dutchess, além do retorno da cantora aos palcos em carreira solo. Em julho de 2016, foi lançado o clipe de M.I.L.F.$, com celebridades de peso como Kim Kardashian, Ciara, Alessandra Ambrósio e Chrissy Teigen. Tanto a música quanto clipe levantaram controvérsias, pois por um lado Fergie utiliza uma sigla bem machista (MILF abrevia moms I’d like to f*ck, em tradução livre, mães que eu gostaria de f****), reapropriando seu significado para Moms I’d like to follow. Cantando sobre o empoderamento dessas mulheres, Fergie parece tentar rejeitar a ideia de que mães não são sensuais, fugindo da dicotomia “pra casar”/”pra se divertir”. Além disso, há uma clara preocupação em mostrar que mães não são só poderosas enquanto mães, mas sim em todos os ambientes de suas vidas. A cantora afirmou, em entrevista para a EW:

“Mudar a sigla para Mães que eu gostaria de seguir é sobre empoderar essas mulheres que fizeram de tudo… elas tem uma carreira, uma família e ainda encontram tempo para cuidarem de si mesmas e se sentirem sexy.”

Por outro lado, tanto clipe quanto música associam milf e mães fortemente com a imagem do leite, incluindo uma cena bizarra que sensualiza do ato de amamentar uma criança.

Resultado de imagem para eyewear

Chegamos em 2017, quando Fergie completa 26 anos de carreira, com a promessa de um novo álbum e lançamentos de músicas totalmente diferentes do que já ouvimos da cantora. Os dois primeiros singles lançados, Hungry (1st Byte) e Hungry (2nd Byte) mostram uma Fergie explorando novas sonoridades e territórios do pop, experimentando com novos vocais e feats, incluindo a rapper Nicki Minaj na canção You Already Know.

Estamos ansiosas para ver o que Fergalicious irá trazer para esse show do Rock in Rio! Não perca nossa cobertura no Instagram, Facebook e Twitter! Até lá!

Fergie wink fergie sexy wink GIF

 

Ficou com vontade de ouvir os sucessos da Duquesa? Só dar play na nossa playlist especial 😉

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s